Imagem de: Xiaomi pode estar vendendo produtos no Brasil sem homologação da Anatel

Xiaomi pode estar vendendo produtos no Brasil sem homologação da Anatel

1 min de leitura
Avatar do autor

Xiaomi inaugurou recentemente sua loja brasileira e prometeu fechar o cerco contra aparelhos da marca que não forem comprados por vias oficiais. Assim, a empresa prometeu não oferecer a garantia local da marca para donos de dispositivos que não possuam homologação da Anatel.

Apesar de toda essa intransigência — que está correta —, a empresa pode estar ela mesma comercializando produtos sem homologação da Anatel ou registro e selo do Inmetro quando necessário. Foi o que a publicação Mundo Conectado revelou após um leitor ter enviado imagens de produtos e seus números de registro que ou não existiam, ou não estavam registrados no site da Anatel.

Uma checagem em produtos da Xiaomi registrados pela Anatel mostra 30 dispositivos, em sua maioria smartphones, e todos os que são comercializados aqui no Brasil estão homologados

Aconteceu o caso também de produtos similares, mas diferentes — duas luminárias da Xiaomi — possuírem o mesmo número de registro marcado em suas embalagens e ele não consta como homologado pela Anatel. Pior ainda: alguns dispositivos apresentavam o selo da Anatel com um número de registro também não reconhecido pela agência.

aFonte: Mundo

Uma checagem em produtos da Xiaomi registrados pela Anatel mostra 30 dispositivos, em sua maioria smartphones, e todos os que são comercializados aqui no Brasil estão homologados. Os outros produtos, porém, continuariam sem registro na agência e não poderiam estar sendo comercializados. A Xiaomi trouxe, em seu retorno oficial ao Brasil, mais de 100 produtos de todos os tipos para ganhar uma fatia considerável no mercado.

A empresa foi contatada, mas ainda não se manifestou sobre o caso.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Xiaomi pode estar vendendo produtos no Brasil sem homologação da Anatel