Imagem de: Montadoras chinesas já estão patrocinando lançamento de foguetes

Montadoras chinesas já estão patrocinando lançamento de foguetes

1 min de leitura
Avatar do autor

Na última semana, a China teve seu primeiro lançamento marítimo de foguete, cujo patrocínio foi realizado pela marca de veículos utilitários esportivos de luxo WEY. A ação aconteceu no Mar Amarelo na quarta-feira (05) por volta das 12h06, horário local, segundo informou a mídia estatal Xinhua. Um dos sete satélites envolvidos será usado para medir os ventos da superfície do mar e prever tufões.

Valores

A WEY, parte da Great Wall Motors, arcou com os custos do que se acredita ser parte do lançamento do foguete CZ-11 WEY, integrante do programa nacional Changzheng, também chamado de Long March. A maior fabricante de SUVs e caminhonetes da China não respondeu sobre o valor do patrocínio e o que espera conseguir com a parceria.

Segundo um observador da indústria da China que não quis se identificar, o custo do lançamento do Long March 11 seria de cerca de US$ 5,3 milhões, logo, seria improvável que a empresa tivesse arcado com o valor sozinha. De acordo com a WEY, a companhia foi a primeira do ramo automobilístico a se associar à indústria aeroespacial da China, com a estreia de uma marca corporativa sendo incluída em um foguete da Academia de Tecnologia de Veículos de Lançamento da China. A WEY também montou um instituto de pesquisa conjunta com a Academia.

Confira o lançamento no vídeo abaixo:

Outras ações

Também na semana passada, a Changan Automobile anunciou que patrocinará a empresa privada de foguetes iSpace para lançar um foguete com o seu nome em julho. A companhia disse que está respondendo à chamada de 2014 da China para que as empresas ajudem o país a desenvolver uma indústria espacial comercial, apontando que a nação deve se tornar uma potência tecnológica independente.

Os patrocínios acontecem no cenário de expansão do maior mercado de automóveis do mundo, que voltou a contratar pela primeira vez desde 1990. Essas ações podem ajudar a impulsionar as vendas de combustível e auxiliar no avanço tecnológico dos veículos.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Montadoras chinesas já estão patrocinando lançamento de foguetes