Apple Music supera Spotify em número de assinantes pagos nos EUA

1 min de leitura
Imagem de: Apple Music supera Spotify em número de assinantes pagos nos EUA
Fonte: Verizon
Avatar do autor

Com a baixa nas vendas de produtos que antes eram os carros-chefe da empresa, a exemplo de iPhones e iMacs; e a ascensão das competidores chinesas, a Apple vem investindo em serviços para manter os consumidores em seu ecossistemas — mantendo assim também a garantia de uso de seu hardware e software. Como exemplo disso, vimos os anúncios do Apple News+ e do Apple TV+ recentemente.

Apple Music também tem crescido em uma taxa mais acelerada, entre 2,6% e 3%

A estratégia vem dando resultados e a Apple Music já possui mais usuários pagos do que o Spotify nos Estados Unidos. A afirmação é de “fontes quentes” do The Wall Street Journal. As companhias não detalham os números, mas a contagem seria de 28 milhões de ouvintes da Maçã diante de 26 milhões do concorrente em fevereiro deste ano.

Essas pessoas “muito familiares com o assunto” também teriam dito que a Apple Music vem crescendo em uma taxa mais acelerada que o Spotify nos Estados Unidos, de 2,6% a 3% contra 1,5% e 2%, respectivamente.

apple musicFonte: Apple

Vale destacar que globalmente o Spotify ainda reina absoluto com mais de 207 milhões de assinantes em todo o mundo em dezembro, dos quais 96 milhões pagam pelo serviço. A Apple Music, que não possui modelo gratuito com anúncio, chega a 50 milhões no mundo todo.

Apple Music pode ter problemas na Europa

A Europa vem mudando leis e aplicando multas pesadas para os casos de monopólio e atuação de gigantes da tecnologia em seu território. E uma reclamação do Spotify pode trazer problemas para a Maçã. Segundo o serviço de streaming de música, a Apple estaria obrigando os usuários a baixarem o app via compras embutidas, o que garantiria uma comissão de 30%.

Isso também seria a justifica da razão de aumento do preço da assinatura, de 10 euros (R$ 43,35 na conversão direta) para 13 euros (56,35). Por conta disso, o Spotify tem tentado direcionar os interessados em baixar o app para sua própria página, longe da App Store.

A Comissão Europeia ainda não se manifestou sobre o caso, mas especialistas acreditam que o Spotify tem bons argumentos para enfileirar um ação antitruste contra a Gigante de Cupertino.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Apple Music supera Spotify em número de assinantes pagos nos EUA