O eSIM é a evolução dos tradicionais cartões SIM que guardam nossas informações em smartphones. A novidade, três vezes menor que um nano-SIM, já vem embutida em vários aparelhos e facilita a transição de dados sem que você precise manusear o componente e tenha que tirar de um aparelho para colocar em outro. Tudo é feito de forma digital. E a Claro deve ser a primeira operadora a trabalhar com essa tecnologia no Brasil, com estreia nos iPhones.

Ainda não há confirmação de preços para os planos com suporte a eSIM

A fornada mais recente de flagships da Apple conta com dual-SIM que vem com um chip nano-SIM convencional e outro eSIM. Como nenhuma companhia nacional oferece suporte a isso ainda, para ativá-lo os usuários de iPhones XSXS Max precisam usar planos de dados internacionais disponíveis por aqui, a exemplo do Truphone e GigSky.

Mesmo ainda sem divulgar oficialmente, a Claro já conta com uma página para o “e-chip” e explica que será possível cadastrar dois números em um mesmo eSIM, compartilhar o mesmo número e planos de pacote de internet em dispositivos diferentes e as facilidades para localizar seu aparelho em caso de roubo ou perda — já que o componente não pode ser removido e o telefone vai continuar conectado enquanto a linha estiver ativada, exceto se ele for desligado.

esimFonte: Claro

Ainda não há previsão de preços dos planos ou se o suporte ao eSIM vai se estender a outros aparelhos. Também não há confirmação de data, mas boatos de bastidores apontam para um anúncio da Claro ainda esta semana.

...

O TecMundo quer saber mais sobre você para continuar levando informação e conhecimento sobre tecnologia para todo o Brasil! Respondendo um rápido questionário, você ajuda o site a deixar o nosso conteúdo ainda mais especial. Quer participar? Clique aqui para acessar o formulário