Google vem sofrendo multas, sanções e questionamentos da Comissão Europeia já há algum tempo, e grande parte das acusações se referem a práticas ilegais para dominar o mercado. Foi justamente por essa razão que a companhia foi multada por autoridades antitruste no ano passado, em um valor equivalente a US$ 5 bilhões.

Em resposta, a Gigante de Mountain View passou a realizar algumas mudanças, uma das quais foi anunciada ontem (19) em comunicado oficial. Antes, a Google explicou que já havia alterado seus contratos para que os fabricantes possam negociar separadamente os aplicativos básicos que vêm embutidos.

“Após a decisão da Comissão, de julho de 2018, alteramos o modelo de licenciamento para os aplicativos da Google criados para uso em telefones Android. Fizemos novas licenças separadas para o Google Play, o navegador Google Chrome e para a Pesquisa do Google. Ao fazer isso, mantivemos a liberdade aos fabricantes para instalar qualquer aplicativo alternativo junto com os da Google.”

Notificações sobre as opções

Agora, os usuários também serão questionados sobre quais apps de busca e navegação web eles preferem. “Faremos mais para garantir que os proprietários de telefones Android conheçam a ampla variedade de navegadores e mecanismos de pesquisa disponíveis para download. Perguntaremos aos aos usuários existentes e aos novos na Europa quais navegadores e aplicativos de pesquisa eles gostariam de usar.”

androidFonte: Android Central

Embora todo tipo de ação que ofereça mais liberdade de opções aos consumidores seja uma boa, não dá para saber com detalhes como vão funcionar essas notificações. Também não há previsão dessas medidas para outros consumidores de Android em todo o mundo.

Cupons de desconto TecMundo: