Imagem de: Brasileiros gastam quase 1h por dia em redes sociais no trabalho

Brasileiros gastam quase 1h por dia em redes sociais no trabalho

1 min de leitura
Avatar do autor

Manter os funcionários concentrados é um desafio para empresas, visto que a rotina exige que o colaborador esteja em frente a um computador na maior parte do tempo, com uma série de distrações online disponíveis. Para auxiliar esses negócios a avaliarem a eficiência de suas equipes e de que maneira podem estimular mais seus talentos, o ProdutivoApp oferece um software que calcula o rendimento das atividades exercidas ao longo do dia a dia.

De acordo com o levantamento do ProdutivoApp, segunda e quinta-feira são os dias mais produtivos para os funcionários

Levando em consideração uma rotina diária de 8 horas de trabalho, o colaborador desempenha atividades online relacionadas à sua função por 5h12min, fica fora do computador por 1h57 e passa 51 min em redes sociais, plataformas de streaming e sites de compras, segundo levantamento da companhia. WhatsApp, YouTube e email pessoal são os acessos que mais distraem o funcionário das tarefas relacionadas à sua atuação profissional. O primeiro ocupa 44% desse tempo, o seguinte soma 20% e o último, 18%.

De acordo com o levantamento do ProdutivoApp, segunda e quinta-feira são os dias mais produtivos para os funcionários, com índices que chegam a 89% e 82%, respectivamente, contra 72% das sextas-feiras. A pesquisa levou em consideração a rotina de aproximadamente 20 mil trabalhadores em 2018.

Índice de eficiência

  • Segunda-feira: 89%
  • Terça-feira: 78%
  • Quarta-feira: 78%
  • Quinta-feira: 82%
  • Sexta-feira: 72%

Atividades online não relacionadas ao trabalho

  • WhatsApp Web: 44%
  • YouTube: 20%
  • Email pessoal: 18%
  • Facebook: 11%
  • Mercado Livre: 7%

Também é preciso considerar os diferentes momentos do dia, os quais apresentam taxas de eficiência distintas. Segundo a análise, um trabalhador que permanece no escritório das 9h às 18h (com 1 hora de intervalo) e tem a divisão dos horários em três turnos (manhã, tarde e final de tarde), demonstra rendimento superior no período matutino, com 83% de produtividade, com queda progressiva ao longo da tarde e no final do expediente.

Índice de eficiência por período

  • Manhã 9h-12h: 83%
  • Tarde 13h-15h: 79%
  • Final de tarde 15h-18h: 74%

Avaliar esses dados por meio da plataforma fornece dados para que tanto gestores quanto equipes possam rever sua atuação e analisar o que pode ser melhorado. “Uma estratégia para alcançar resultados melhores em dias de menor produtividade é substituir atividades normais por funções mais dinâmicas, como reuniões e treinamentos, que exigem participação ativa do funcionário”, sugere um dos sócios do ProdutivoApp, Rafael Nunes.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Brasileiros gastam quase 1h por dia em redes sociais no trabalho