Pois é, as festas de final de ano estão chegando, e é bastante provável que você esteja se preparando para comemorar e, claro, passar bons momentos com a família e os amigos. Enquanto isso, a NASA tem outros planos em andamento, uma vez que a missão New Horizons terá início no primeiro dia do ano que vem.

O objetivo é explorar os pontos mais distantes do Sistema Solar e coletar evidências inéditas sobre as suas origens. Essa espaçonave decolou de nosso planeta em 2006 e já viajou a locais bastante distantes — como Plutão, em 2015, e até mesmo o anel de corpos gelados chamado Cinturão Kuiper, que se estende desde a órbita de Netuno a cerca de 30 UA (unidades astronômicas) de nosso Sol até 50 UA, ultrapassando a órbita do planeta-anão.

Assim, fica claro que essa não é exatamente uma nova nave. Desse modo, a grande novidade aqui é o corpo espacial que será estudado, uma vez que a New Horizons irá explorar o Objeto 2014 MU69 do Cinturão Kuiper. Trata-se de um corpo espacial que é aproximadamente 100 vezes menor do que Plutão e está a 46 UA do Sol.

Na verdade, o Cinturão Kuiper já foi explorado pela NASA em outras ocasiões: diversas missões já o cruzaram e passaram por ele, de modo que esse será o momento para que a New Horizons se aproxime e realmente explore a região de forma mais profunda e cuidadosa.

Os cientistas envolvidos na missão buscam respostas sobre a existência de anéis, atmosfera, luas do distante e pequeno planeta; com essas informações, eles poderão entender melhor as origens dessa parte de nosso Sistema Solar.