Depois de anunciar no mês passado que estava processando a Google, o governo russo agora ameaça bloquear totalmente o buscador da empresa no país. A justificativa é a mesma: a Google não estaria atendendo aos pedidos de bloqueio do governo para uma lista de sites.

Uma nova lei russa permite ao governo criar uma “lista negra” de sites considerados “nocivos”, os quais não deveriam ser indexados por buscadores em qualquer parte do país. Contudo, ao passo que a dita lista contém publicações que incitam ao ódio e mesmo ao suicídio, também temos veículos noticiosos da Ucrânia.

Governo russo tem interesse em impedir que notícias do país vizinho cheguem aos seus cidadãos

Rússia e Ucrânia travaram uma guerra nos últimos anos pelo território conhecido como Crimeia. Isso elevou as tensões entre os dois países, e o governo russo aparentemente tem interesse em impedir que notícias do país vizinho cheguem aos seus cidadãos.

Uma agência de notícias russa reportou hoje (11) que o chefe da agência de telecomunicações do país, Vitaly Subbotin, disse que as autoridades locais poderiam pressionar para que emendas à nova lei fossem feitas, possibilitando que buscadores como o Google fossem bloqueados, caso não obedeçam ordem de censura aos “sites nocivos”.