Zuckerberg: iMessage da Apple é o maior concorrente de WhatsApp e Messenger

2 min de leitura
Imagem de: Zuckerberg: iMessage da Apple é o maior concorrente de WhatsApp e Messenger
Fonte: time
Avatar do autor

Em sua conferência com investidores para discutir os resultados fiscais do Facebook para o terceiro trimestre de 2018, o CEO e cofundador da empresa, Mark Zuckerberg, revelou que considera o iMessage da Apple o maior concorrente do WhatsApp e do Facebook Messenger.

Mas isso não quer dizer que a solução da Apple está perto de alcançar o FB Messenger, muito menos o WhatsApp, em números de usuário de forma global. Zuckerberg fala da concorrência doméstica que o iMessage representa nos EUA e em alguns outros poucos países em que o iOS é muito usado.

Isso porque o iMessage vem instalado de fábrica em todos os iPhones e, em países como os EUA, consegue criar uma bolha entre os usuários de aparelhos da Apple.

Curiosamente, a Google foi multada em US$ 5 bilhões recentemente na União Europeia por fazer justamente a mesma coisa com seu buscador no Android. Não há, contudo, qualquer indicação de que a Apple possa sofrer processo similar.

Nós lideramos na maioria dos países, mas nosso maior competidor é de longe o iMessage em mercados importantes como os EUA

“Nós lideramos na maioria dos países, mas nosso maior competidor é de longe o iMessage em mercados importantes como os EUA, onde o iPhone é forte. A Apple embarca o iMessage como o app padrão de mensagens e ainda está à frente. Em países onde há mais competição entre Android e iOS, como na maior parte da Europa, as pessoas tendem a preferir nossos serviços”, disse Zuckerberg durante a conversa com investidores.

Isso quer dize que, apesar de esforços de produtos como Telegram e Google Allo, o reinado do WhatsApp na escala global ainda está essencialmente intocado, considerando que o iMessage da Apple — quase irrelevante na maior parte do mundo — é que o mais ameaça os apps do Facebook.

Críticas à Apple

Apesar de a prática de embarcar o iMessage de fábrica em iPhones ser questionável, não foi por isso que o Facebook criticou a Apple em sua conferência com investidores.

Nossa própria informação tem sido transformada em uma arma contra a gente

O CEO da empresa basicamente chamou Tim Cook de hipócrita por dizer que empresas como Facebook e Google fazem “vigilância” dos usuários ao usarem seus dados para direcionar anúncios a eles. “Nossa própria informação tem sido transformada em uma arma contra a gente com eficiência militar”, disse Cook em uma fala pública em ume vento de segurança.

Acontece que, para não ser banida da China — como estão Google e Facebook — a Apple aceita exigências locais que podem flexibilizar a vigilância de dados dos usuários de iPhones e outros produtos por parte do governo. Tim Cook, contudo, nega que isso aconteça.

Se esse é o caso, porque o governo chinês deixaria apenas a Apple manter seus usuários longe da vgilância estatal enquanto persegue severamente outras empresas estrageiras?

O WhatsApp é completamente criptografado e não armazena mensagens em servidores na China ou em qualquer outro lugar

Também foi movido para a china um dos data centers do iCloud, permitindo que o governo local tenha controle sobre como dados de usuários do iOS e macOS do país são armazenados.

“O WhatsApp é completamente criptografado de ponta a ponta e não armazena mensagens, tampouco armazena chaves pessoais de criptografia em servidores na China ou em qualquer outro lugar”, disse Zuckerberg criticando a Apple.

“E isso é importante porque, se os nossos sistemas não podem ver suas mensagens, significa que governos ou criminosos não conseguirão acessar esse conteúdo também”, detalhou.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Zuckerberg: iMessage da Apple é o maior concorrente de WhatsApp e Messenger