A Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm) estima que a Black Friday 2018 movimentará R$ 2,87 bilhões no comércio online brasileiro apenas nos dias 22 e 23 de novembro. Esse montante representaria um crescimento de 16% em relação ao apurado pelo setor no mesmo evento durante o ano passado.

Com isso, a Black Friday continua sua consolidação como segunda principal data para o varejo nacional, atrás apenas do Natal. No total, a expectativa é que as lojas virtuais brasileiras recebam mais de 8,8 milhões de pedidos, com tíquete médio de R$ 326. As categorias mais buscadas devem ser "Informática", "Celulares", "Eletrônicos", "Moda e Acessórios" e "Casa e Decoração".

Segundo Mauricio Salvador, presidente da ABComm, a cada ano a Black Friday ganha mais relevância e se consolida como um dos principais eventos para o varejo. A data também serve como uma antecipação das vendas de Natal.

A estimativa da ABComm é de que cerca de 33% das compras na Black Friday sejam pessoas antecipando as compras de presentes de Natal

"A estimativa da ABComm é de que cerca de 33% das compras na Black Friday sejam pessoas antecipando as compras de presentes de Natal. Com esse cenário, muitas lojas virtuais já preparam seus estoques esperando um ritmo agressivo nas vendas", afirma.

É interessante destacar ainda que, antes da Black Friday tradicional, o consumidor brasileiro também pode aproveitar a “Black Friday chinesa”, que acontece no dia 11 de novembro nos principais sites de importação.

O TecMundo fará uma cobertura completa dos dois eventos em 2018, com foco em produtos de interesse dos leitores, especialmente em tecnologia.