Mercado brasileiro de celulares tem queda de 3,7% no 1º semestre

1 min de leitura
Imagem de: Mercado brasileiro de celulares tem queda de 3,7% no 1º semestre
Avatar do autor

O Brasil registrou uma leve baixa nas vendas de celulares no primeiro semestre, incluindo os smartphones e os feature phones. De acordo com os dados da IDC Brasil, o país fechou a primeira parte deste ano com a comercialização de 24,122 milhões de aparelhos, uma queda de 3,7% em relação aos 25,048 milhões do mesmo período em 2017.

A maior retração foi entre abril e junho, com venda de 12,050 milhões de dispositivos, uma baixa de 5,5% na comparação com o ano anterior. Os smartphones intermediários foram os mais comprados nos seis primeiros meses, com média de preços entre R$ 700 e R$ 1 mil e 6,1 milhões de unidades vendidas no segundo trimestre.

Entre os fatores para a queda nas vendas estão fatores pontuais, a exemplo da greve dos caminhoneiros e a consequente falta de abastecimento de produtos; e a Copa do Mundo, que afastou os clientes das lojas em dias de jogos. A crise econômica que assola os brasileiros nos últimos anos também foi citada pela consultoria.

Ainda assim, a receita subiu 5% entre abril e junho, com total de R$ 13,950 milhões, o tíq uete médio também apresentou alta, de 11%, passando de R$ 1.099 para R$ 1.222 em relação ao segundo trimestre de 2017. A projeção é de que o ano feche com 46 milhões de aparelhos comercializados, uma queda de 2,9% na comparação com o ano passado, que fechou a temporada com vendas de 47,7 milhões de dispositivo.

Fontes

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Mercado brasileiro de celulares tem queda de 3,7% no 1º semestre