Em meados de 2017, Jeff Bezos, fundador e CEO da Amazon, pediu que seus seguidores no Twitter o ajudassem a ter ideias de como ele poderia ajudar a sociedade com sua imensa fortuna. Ele essencialmente queria algumas sugestões de filantropia. Mais de um ano depois, Bezos publicou ontem (13) no microblog a sua ideia final: ele e sua esposa criaram dois fundos, sendo um para ajudar famílias necessitadas e outro para construir e manter creches em regiões mais carentes.

Essas creches, segundo Bezos, serão construídas em áreas com falta de vagas para crianças pequenas. Além disso, ele afirma que esses estabelecimentos vão proporcionar educação de alta qualidade.

Lançaremos e operaremos uma rede de creches de alta qualidade e totalmente gratuitas

“Lançaremos e operaremos uma rede de creches de alta qualidade e totalmente gratuitas em comunidades mas servidas por esse tipo de serviço. Vamos construir uma organização que vai operar diretamente essas creches”, escreveu o bilionário.

No caso das famílias carentes, a ajuda será especialmente voltada para famílias sem teto. Nesse caso, entretanto, o fundo vai premiar ou ajudar organizações que trabalham diretamente com essas pessoas necessitadas.

Jeff Bezos é a pessoa mais rica do mundo atualmente, com fortuna estimada em US$ 160 bilhões. Até recentemente, ele era criticado por não ter projetos filantrópicos significativos, tais como os de Bill e Melinda Gates. Bezos também é criticado pelas condições de trabalho dos funcionários de armazéns da Amazon ao redor do mundo.