Já pensou em trabalhar em uma das gigantes de tecnologia como a Google ou a Apple? Pois é, conseguir um emprego nessas empresas parece algo bem difícil, principalmente ao se pensar nas entrevistas, dinâmicas e mais as diversas etapas que compõem o processo seletivo. Afinal, como seria tudo isso? Será que é muito demorado para ter um retorno dos recrutadores?  

Para ajudar a responder algumas destas questões, o site Comparably entrevistou mais de 6 mil funcionários de grandes empresas, como a Apple, Facebook, Google, Amazon e Microsoft. Nos resultados, é possível perceber que os processos seletivos bem como os respectivos graus de dificuldade variam bastante de empresa para empresa.

 

Se você for tentar uma vaga na Apple, por exemplo, é importante ser bem paciente. Segundo os entrevistados, é bem provável que a empresa te rejeite algumas vezes, de modo que novas entrevistas surgiriam apenas alguns anos depois. Já no caso do Facebook, as coisas são mais simples - houve quem apontasse que, para os cargos de engenharia, era possível chegar na entrevista vestindo jeans e camiseta sem problema algum.

A Google e a Microsoft, contudo, representam processos seletivos um pouco mais desafiadores: de acordo com alguns entrevistados, a gigante de buscas possui um processo de entrevistas longo e rigoroso, e a Microsoft não fica atrás, sendo considerada uma empresa mais desafiadora que as outras. O Facebook e a Amazon foram as empresas que, ao olhar dos funcionários, eram as mais simples; ambas tiveram a dificuldade de seus processos seletivos considerada mediana e simples, respectivamente.

 

E, no fim das contas, o que é preciso fazer para conseguir essas entrevistas? Bom, também depende da empresa. De acordo com os entrevistados, um dos métodos mais populares entre as companhias citadas aqui é se candidatar online. Contudo, isso não vale para a Google e Microsoft, já que ambas são empresas que contratam funcionários por meio de recrutadores.

Cupons de desconto TecMundo: