A Apple publicou ontem (31) seus resultados fiscais para segundo trimestre de 2018 e, em grande parte quase atingiu ou superou as expectativas dos investidores de Wall Street. Só que o reflexo disso na bolsa de valores hoje (01) foi muito melhor do que o esperado. A empresa fechou o dia com crescimento de 6% no valor dos papéis, que alcançaram US$ 201,50 no fim desta tarde. O mais interessante de tudo isso, entretanto, é o fato de a empresa ter alcançado os US$ 990,4 bilhões em valor de mercado. Com mais 1% de crescimento, a Maçã poderá se tornar a primeira empresa de capital aberto a bater marca do US$ 1 trilhão.

As ações da Apple registraram um crescimento de 34% nos últimos 12 meses, sendo 19% somente nos seis primeiros meses de 2018

Desde o fim de 2017, a Apple vem desenhando seu caminho em direção à liderança na “corrida do trilhão”, mas competidoras como Amazon, Alphabet (Google) e Microsoft vinham seguindo de perto a criadora dos iPhones. Só em 2018 mesmo é que a Maçã consolidou sua liderança e, hoje, é a melhor aposta para alcançar esse grande objetivo primeiro. As ações da Apple registraram um crescimento de 34% nos últimos 12 meses, sendo 19% somente nos seis primeiros meses de 2018. Quando baterem o preço individual de US$ 203,45, a Apple terá chegando à marca desejada.

Atrás da empresa, suas três principais competidoras na “corrida do trilhão” sequer ultrapassaram os US$ 900 bilhões. A Amazon vale hoje US$ 876,6 bilhões, a Alphabet fica em US$ 848,2 bilhões, e a Microsoft vem em seguida com US$ 816,6 bilhões. Nenhuma empresa fora do ramo da tecnologia tem chances reais de alcançar essas companhias em valor de mercado tão cedo.

Cupons de desconto TecMundo: