Uma das empresas que mais utiliza o Serviço Postal dos Estados Unidos, a Amazon anunciou nesta quinta (28) um projeto para incentivar a criação de novas transportadoras no país. Essas empresas trabalhariam exclusivamente com a entrega de pacotes da Amazon, tendo direito a carros e uniformes personalizados com a marca da empresa.

Chamado de Amazon Delivery Service Partner, o projeto tem vários planos, podendo ser utilizado para a criação de pequenas transportadoras locais ou frotas de até 40 veículos com centenas de funcionários. O investimento inicial mais baixo é de US$ 10 mil (R$ 38 mil) e também dá ao empresário a chance de negociar com descontos a compra de vários itens necessários para começar a operar.

De acordo com a Amazon, empresas de entrega bem-sucedidas com uma frota de 40 carros seriam capazes de gerar até US$ 300 mil (R$ 1,1 milhão) de lucro anualmente. A companhia destaca que essas novas transportadoras teriam acesso à tecnologia avançada de entrega da Amazon e treinamento para iniciar as operações.

Essas empresas trabalhariam exclusivamente com a entrega de pacotes da Amazon.

A Amazon também deixou claro que esse novo projeto não vai substituir completamente as funções do Serviço Postal e das empresas de logística UPS e FedEx, que são atualmente os grandes responsáveis pela entrega de produtos da Amazon. A ideia é utilizar o serviço dessas transportadoras parceiras de forma complementar ao que já existe hoje.

O Amazon Delivery Service Partner será lançado inicialmente em 24 estados norte-americanos, mas a empresa pretende expandir a oferta caso o interesse seja alto. O projeto será testado primeiro apenas nos Estados Unidos, mas há a possibilidade de ser levado para outros países. Tudo vai depender dos resultados obtidos nessa primeira fase.