A Apple recorreu à Justiça para tentar invalidar quatro patentes da Qualcomm, companhia contra a qual a empresa de Cupertino já duela há algum tempo nos tribunais também por outras questões ligadas a violações de patentes. Em solicitação feita ao U.S. Patent and Trademark Office (USPTO), a Maçã pede afirma que as tais patentes contestadas não se tratam de novidades e, portanto, não deveriam ser válidas.

Elas estão relacionadas a um sistema de foco automático de câmera digital, um dispositivo que funciona como telefone e assistente digital, telas sensíveis ao toque e ainda um circuito de memória. Segundo o Bloomberg, três juízes revisarão as alegações da Apple para decidir preliminarmente quem tem razão nesta nova contenda envolvendo as duas gigantes.

Os embates entre Apple e Qualcomm começaram em janeiro de 2017, quando a Maçã processou a sua então parceria acusando-a de práticas anticomerciais e de realizar cobranças abusivas pelo licenciamento de seus componentes. Desde então, a Qualcomm também processou a Apple, acusando a companhia de violar suas patentes, e ambas já foram condenadas a pagar indenizações uma a outra.

O negócio tomou proporções inimagináveis e resultam atualmente em mais de 50 processos realizados em seis países diferentes entre Apple e Qualcomm. Recentemente, informações de bastidores apontaram para um possível acordo extraoficial para colocar um fim à disputa, mas, pelo visto, esse momento ainda está longe de acontecer.

Cupons de desconto TecMundo: