Microsoft tem trabalhado bastante para criar o primeiro computador quântico do mundo. No entanto, a gigante de Redmond não está sozinha na corrida por um modelo 100% funcional, pois conta com uma concorrência acirrada de outros conglomerados de tecnologia.

Embora haja essa concorrência, parece que a Microsoft está liderando a corrida. Em um recente post de seu blog oficial, a Microsoft explicou seu progresso:

“Os computadores quânticos poderiam resolver um conjunto de problemas que são totalmente intratáveis ??para os seres humanos neste momento, e isso poderia acontecer em 100 segundos. Os clientes corporativos da Microsoft estão interessados ??em mudar seus negócios usando essa tecnologia, e estamos de olho além do Hype Cycle. E temos uma boa percepção do que é necessário.

A Microsoft está trabalhando na única solução escalonável, que será executada sem problemas na nuvem do Azure e será muito mais resistente a erros. A verdade é que nem todos os qubits são iguais; a maioria é inerentemente instável e suscetível a gerar ruído do ambiente. Nossa abordagem utiliza qubits topológicos especificamente por sua maior precisão, menor custo e capacidade de execução por tempo suficiente para resolver problemas complexos do mundo real.

A Microsoft é a única grande empresa a tentar construir qubits topológicos, que visam reduzir significativamente qualquer interferência em um nível subatômico que possa afetar a máquina. Com esta abordagem, os qubits computacionais serão “corrigidos” pelos outros qubits.”, explicou Julie Love, diretora de computação quântica da Microsoft.

No ano passado, a Microsoft também lançou um kit de desenvolvimento quântico que permitia aos desenvolvedores criar e testar aplicativos, sendo, ou não, especialista em física quântica.

E você acha que a Microsoft vai criar o primeiro computador quântico do mundo? Conte para gente nos comentários abaixo!