Vários CEOs, cofundadores, presidentes e inventores de empresas de tecnologia deixaram marcas profundas em companhias e em toda a indústria, a ponto do falecimento ser considerado prematuro — deixando um legado incrível, porém com a sensação de que havia espaço para maiores contribuições.

Listamos a seguir alguns desses executivos que já partiram, selecionando pessoas com uma idade máxima de menos de 80 anos e listando também algumas de suas maiores realizações no período de atividade em um determinado cargo.

Curtiu o vídeo? Então aproveite para assinar o canal do TecMundo no YouTube para conferir mais conteúdos como esse.

1. Koo Bon-moo

O neto de um dos fundadores da Lucky, empresa de cosméticos que deu origem ao conglomerado LG, foi o responsável por colocar a marca onde ela está hoje. Ele foi o responsável pela transição da Lucky Goldstar, uma gigante sul-coreana, pra LG, uma multinacional de respeito.

Um homem sorrindo.

Veio dele também a ideia de focar em menos setores, no tripe eletrônicos, produtos químicos e telecomunicações. Bon-moo foi presidente da empresa de 1995 até maio de 2018, quando faleceu aos 73 anos por conta de uma doença cerebral.

2. Akio Morita

O cofundador da Sony foi combatente na Segunda Guerra Mundial e depois do conflito abriu uma loja de reparo de eletrônicos com o amigo Masaru Ibuka. Com o tempo, a empresa cresceu e foi responsável por grandes projetos, como o Walkman, a parceria com a Ericsson e muitos negócios no setor de radiotransmissão.

Um homem.

Morita sofreu um derrabe em 1993 e saiu do cargo da presidência no ano seguinte. Em faleceu em outubro de 99, aos 78 anos, deixando um grande legado, mas também a sensação de que poderia ter contribuído mais.

3. Steve Jobs

E não tem como deixar de lado o grande CEO e cofundador da Apple, que revolucionou várias e várias vezes o mercado da tecnologia. Ele dispensa qualquer apresentação ou resumo de currículo, já que foi o responsável por liderar a empresa durante a era do Macintosh, do iPod, do iPhone e de muitos outros projetos.

Um homem pensativo.

A vida como executivo foi conturbada pelo temperamento explosivo de Jobs, e ele chegou a ser demitido da própria Apple, voltando anos depois pra tirar a empresa de uma crise. Jobs faleceu em 2011 aos 56 anos por conta de um câncer.

4. Andy Grove

Esse nome é um pouco menos conhecido, mas a contribuição dele é gigante. Ele foi o primeiro funcionário contratado pela Intel, em 1968, e passou de diretor de engenharia a presidente, e depois CEO.Ele é um dos principais responsáveis pela mudança de pensamento da Intel, insistindo na fabricação de microprocessadores em vez de chips de memória.

Uma pessoa sorrindo.

Foi graças a ele que vieram chips clássicos como o 386 e a linha Pentium, além de números absurdos de faturamento. Grove faleceu em 2016 aos 79 anos.

5. Satoru Iwata

A trajetória da Nintendo é marcada por grandes executivos e criadores, e um dos que mais deixou saudades foi Iwata. Ele presidiu a Nintendo por 13 anos e foi um dos principais responsáveis pela estratégia de divulgação do GameCube, além da revolução casual e de movimento com o Wii e o sucesso de vendas Nintendo DS.

Uma pessoa sorrindo

Antes disso, ele foi desenvolvedor da HAL Laboratory e ajudou franquias como Pokémon e Super Smash Bros. Iwata começou o tratamento contra um câncer em 2014 e chegou a ficar ausente de anúncios e conferências. Ele faleceu um ano depois.