ASUS entrou oficialmente no ramo de smartphones gamers com o ROG Phone, anunciado no início da semana, mostrando que a fabricante continua interessada em oferecer produtos para quem gosta de ter todos os componentes de topo de linha do mercado, além de um design mais agressivo.

Mas esse celular poderia ter números bem mais altos nas configurações, de acordo com o especialista em vazamentos Roland Quandt. Ele disse, em um tweet, que a ASUS até tentou, mas não conseguiu colocar 10 GB de memória RAM em um smartphone, que poderia ser o ROG Phone.

“Então, uma vez (há alguns meses) a ASUS quis colocar 10 GB de RAM em um novo topo de linha (ROG Phone, talvez?)”, disse Quandt. Ele explica que isso não foi por possível apenas por não haver espaço para tanta coisa no corpo do aparelho.

Como nota o Phone Arena, isso é mais do que a maioria dos computadores tradicionais oferece e nem mesmo sabemos se o Android seria capaz de utilizar tanta memória, indicando que o número poderia servir mais como estratégia de marketing do que como um benefício real. De qualquer maneira, não seria surpresa se a ASUS continuasse experimentando com a ideia e lançasse um aparelho do tipo nos próximos anos.