Um levantamento realizado pela empresa de restauração e venda de smartphones seminovos MyWit concluiu que esse tipo de aparelho domina o topo da lista de eletrônicos mais procurados em lojas virtuais. A ideia de comprar um dispositivo usado e ainda em excelente estado agrada porque é mais econômica e normalmente não traz nenhum problema quanto ao desempenho do produto.

Em pesquisa realizada junto a seus clientes, a empresa identificou um aumento de 25% nas buscas por smartphones seminovos entre 2016 e 2017. E esse tipo de busca tem um apelo maior entre os jovens, com a idade média de quem busca girando em torno de 25 anos — a faixa etária total varia entre pessoas com 18 e 35 anos de idade, aponta a pesquisa.

A MyWit cita ainda um dado interessante da eBit, referência em informações sobre o comércio eletrônico no país. Enquanto o e-commerce em geral cresceu apenas 8% em 2017, as vendas via marketplace atingiram alta de 21,9% em 2017, com uma receita total de R$ 73,4 bilhões. Em suma, aqueles 8% tem uma contribuição significativa da venda de produtos usados e artesanais por meio de plataformas como o Mercado Livre e afins.