Microsoft e DJI anunciaram sua união em um projeto que vai ofertar recursos de inteligência artificial (IA) e machine learning aos drones da DJI, líder mundial em drones e imagens aéreas. Com isso, empresas poderão usufruir de tecnologia comercial de drones, juntamente com computação em nuvem.

A novidade veio à tona na conferência da Microsoft para desenvolvedores, a Build 2018, onde também se falou sobre o lançamento do SDK para Windows 10 (um kit com instruções para desenvolvimento de software). Por meio de aplicativos feitos para PC Windows 10, os drones poderão ser programados para uso industrial, com a possibilidade de controle de voo em tempo real. 

1

O impacto dessa iniciativa poderá ser de alta relevância em diversos segmentos, tais como agricultura, construção e segurança pública, pois vai gerar uma grande escala de acessibilidade à tecnologia de drones, já que estará ao alcance dos milhões de clientes do Windows 10, em todo o mundo. O presidente da DJI, Roger Luo, contou que, ao usar o novo sistema, "os desenvolvedores de produtos para Windows poderão empregar tecnologias de drone, IA e aprendizado de máquina para criar robôs voadores inteligentes que pouparão tempo e dinheiro das empresas”.

Com relação à computação em nuvem, será utilizado o Microsoft Azure e suas capacidades de IA e machine learning. O kit para desenvolvimento de software DJI para Windows permite o desenvolvimento de aplicativos nativos do Windows, com potencial de controle remoto de drones DJI, voos autônomos e transferência de dados em tempo real. O SDK, por enquanto, está disponível em Beta aos participantes da conferência Build, e a previsão é de que será liberado ao restante do público no segundo semestre deste ano.

Cupons de desconto TecMundo: