Um relatório divulgado pela Newzoo revelou que a indústria global de jogos cairá em termos de receita até o final de 2018. As expectativas apontam que o mercado mobile deve responder por 51% dos US$ 137,9 bilhões previstos pelos games este ano.

Não é surpreendente que os celulares tenham gerado mais receita que os consoles ou PC. Em pesquisa divulgada pela empresa App Annie no ano de 2013, foi constatado que a receita de games mobile já havia ultrapassado a de games para consoles portáteis da Nintendo e Sony.

Os números apresentados pela Newzoo são apenas projeções com base no estado atual da indústria, mas as informações do relatório podem oferecer aos desenvolvedores uma visão direta de como ela está mudando ao longo dos anos.

Com base numa análise da receita gerada pelos jogos para celular, PC e consoles, a empresa está prevendo um aumento ano a ano de 13,3% em relação aos números de 2017, com receita de jogos digitais representando 91% desse total, ou US$ 125,3 bilhões.

Newzoo

Espera-se que os jogos mobile apresentem um aumento de pelo menos 25,5 anos após ano, gerando US $ 70,3 bilhões e respondendo por pouco mais de metade do mercado global.

O relatório completo apresenta uma série de outras previsões, como uma seção específica que detalha a receita de jogos quando dividida por região. Dos US$ 137,9 bilhões previstos para este ano, a Newzoo acredita que US$ 37,9 bilhões virão da China, enquanto US$30,4 bilhões são esperados dos Estados Unidos.

Também foi previsto que a região da Ásia-Pacífico deve representar 52% (ou US$ 71,4 bilhões) em gastos globais com jogos este ano, um aumento de 16,8% em relação aos números de 2017. Uma análise mais detalhada desses dados pode ser encontrado no Newzoo.

Mobile: plataforma pode angariar metade da receita mundial de jogos em 2018 via Voxel

Cupons de desconto TecMundo: