Google está abrindo seu grande evento para desenvolvedores, o I/O 2018, que está sendo exibido ao vivo pelo TecMundo. A Gigante das Buscas destaca inicialmente os avanços envolvendo os avanços da companhia com o uso da aprendizagem de máquina na inteligência artificial (IA). Com isso, a divisão de pesquisa Google Research agora passa a se chamar Google AI.

Um dos primeiros projetos a serem comentados pelo CEO Sundar Pichai é o que pode deduzir a idade de um indivíduo, sua pressão arterial, se ele é fumante ou não e quais os riscos de uma indisposição cardíaca apenas observando os olhos. O grande responsável por essa análise é um algoritmo bem treinado na parceria entre a Google e a Verily.

Para conseguir bons resultados, os pesquisadores usaram a IA para analisar os dados médicos de quase 300 mil pacientes, incluindo os escaneamentos das retinas e as anotações dos profissionais. A partir daí, a rede neural buscou por padrões e encontrou uma maneira de associar os indicadores das avaliações oculares com as métricas necessárias para prever problemas cardiovasculares

Outra apresentação bastante celebrada foi o conceito do uso do teclado virtual Gboard para pessoas com limitações ou deficiências físicas e mentais. Apenas mexendo a cabeça, seria possível “escrever” palavras usando um sistema baseado em código morse. Confira um vídeo que detalha o processo:

Ainda não há previsão para a distribuição comercial de nenhuma das plataformas acima.

Cupons de desconto TecMundo: