Você não precisa ser um ávido entusiasta da ciência para saber ao menos superficialmente quem foi Nikola Tesla, inventor sérvio conhecido especialmente por suas contribuições no campo da engenharia. Morto em 1943, ele foi reverenciado por pelo menos duas companhias especializadas em veículos elétricos: a Tesla, mais famosa, e a Nikola, menos conhecida.

A grande ironia vem agora: a Tesla vem sendo processada pela Nikola por supostamente ter roubado o design do seu caminhão elétrico Tesla Semi, anunciado em 2017. E, bem, ao menos olhando as fotografias de ambos os veículos é possível notar bastante semelhante no que toca as curvas e até mesmo o estilo do para-brisas da cabine.

Falando de forma técnica, e segundo diz o documento de acusação), a Tesla teria copiado “a cobertura do para-brisas, a porta de entrada intermediária, a fuselagem, o para-lamas, o revestimento lateral e o projeto em geral” do caminhão elétrico Nikola One.

Nikola vs TeslaNikola vs Tesla.

A Nikola afirma que, apesar de ainda não ter produzido o caminhão elétrico em larga escala, o simples anúncio do veículo já trouxe resultados positivos para a Tesla. A reclamante cita, por exemplo, o aumento no valor das ações da empresa de Elon Musk após a apresentação dos caminhões elétricos, que saltaram de US$ 302,99 para US$ 315,05. Essa variação teria aumentado do valor de mercado da companhia para US$ 2 bilhões, informa a Nikola.

A fabricante de veículos autônomos e elétricos Elon Musk, entretanto, nega qualquer irregularidade. “É óbvio que não há qualquer mérito nesta ação judicial”, informou a companhia por meio de uma nota enviada a imprensa. Já a Nikola garante estar “simplesmente defendendo a nossa propriedade intelectual”, informa o Engadget.