Imagem de: Em decadência, GoPro pode ser comprada pela chinesa Xiaomi

Em decadência, GoPro pode ser comprada pela chinesa Xiaomi

1 min de leitura
Avatar do autor

Apesar de apresentar no mercado um produto de boa qualidade e quase único nessa área – a de câmeras de ação –, a GoPro não vem passando por uma boa fase. A capitalização de mercado da empresa despencou de US$ 10 bilhões, ou R$ 34 bilhões, para apenas US$ 761 milhões, ou R$ 2,6 bilhões, e a companhia vem perdendo clientes e acionistas vertiginosamente.

Não é a primeira vez que notícias de uma possível compra da GoPro surgem na imprensa especializada

Um rumor, porém, fez com que as ações da GoPro – que também vinham caindo – subissem quase 9%. Trata-se da informação que a Xiaomi, fabricante chinesa de celulares e outros eletrônicos, teria intenção de comprar a companhia de câmeras de ação. Segundo a publicação The Information, uma fonte confiável teria afirmado que a Xiaomi teria intenção de pagar cerca de US$ 1 bilhão, ou R$ 3,4 bilhões, na aquisição da GoPro.

Não é a primeira vez que notícias de uma possível compra da GoPro surgem na imprensa especializada. Além disso, o preço supostamente oferecido está acima do valor atual da empresa e, em diversos momentos, empresários ligados à companhia já afirmaram que estão abertos a negociar a aquisição da GoPro por interessados. Será que a compra vai rolar mesmo? E o que podemos esperar da Xiaomi como dona da GoPro? Deixe sua opinião aí nos comentários!

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Em decadência, GoPro pode ser comprada pela chinesa Xiaomi