A Alphabet, grupo de empresas que engloba a Google e outras companhias, perdeu a segunda posição na lista dos maiores valores de mercado. O primeiro lugar – da Apple – continua intacto, mas a vice-liderança agora pertence à Amazon de Jeff Bezos (que é, não por acaso, o homem mais rico do mundo, desbancando Bill Gates).

A maior varejista online teve um crescimento considerável após ampliar seus horizontes para novas áreas e suas ações tiveram um aumento de 2,7% com uma capitalização de mercado de US$ 768 bilhões, ou R$ 2,54 trilhões. A Alphabet ficou atrás por pouco, com US$ 762,6, ou R$ 2,52 trilhões.

a

Frente a frente

A Amazon parou de vender alguns dos dispositivos de segurança doméstica Nest, da Google, em sua loja online. A Google desativou o YouTube em dispositivos da Amazon, incluindo a Fire TV

Google e Amazon já foram muito diferentes no que diz respeito a seus principais negócios. Agora, porém, as duas empresas estão cada vez mais frente a frente em várias áreas. A Google investiu fortemente no mercado de nuvem, que oferece poder de computação e armazenamento de dados, para concorrer com o Amazon Web Services. A Google também está enfrentando a Amazon no mercado de assistentes digitais controlados por voz – o Amazon Echo ainda está ganhando dos concorrentes, incluindo o Google Home.

A Google, porém, está disparada na frente da Amazon no que diz respeito à marketing digital e anúncios online, o que representa 86% do total das vendas da empresa. Mesmo com a Amazon se aventurando em campos valiosos, como da biotecnologia e de carros autônomos, essas áreas ainda não são rentáveis o suficiente para concorrer com o que a Google ganha em propagandas.

Essa briga, que já é uma disputa de peixes grandes, ainda está longe de ser encerrada. Mais recentemente, a Amazon parou de vender alguns dos dispositivos de segurança doméstica Nest, da Google, em sua loja online. Para contra-atacar, a Google desativou o YouTube em dispositivos da Amazon, incluindo a Fire TV. Como isso vai terminar só o futuro pode dizer, mas essa divisão pode prejudicar os usuários, que vai perder e compatibilidade nos seus dispositivos.

Cupons de desconto TecMundo: