A Playboy Enterprises, que teve os tempos áureos na época em que as pessoas não tinham acesso a fotos e vídeos adultos na web, vem tentando se adaptar ao mercado nos últimos anos, com a esperança de não ser engolida por sites pornográficos. A nova jogada da companhia está no aquecido setor das criptomoedas: ela deve lançar até o final do ano sua própria carteira, para tornar suas transações mais próximas dos atuais clientes.

Primeira moeda a ser aceita será a Vice Industrial Token, projetada especificamente para o mercado adulto

A decisão reflete a “popularidade dos métodos alternativos de pagamento” em todo o mundo, comentou Reena Patel, chefe do escritório comercial e de operações. A empresa vai começar esse sistema aceitando a Vice Industrial Token (VIT), um opção projetada especificamente para essa indústria, e também deve aceitar uma boa variedade de moedas digitais.

Com a VIT, os usuários poderão, por exemplo, comprar vídeos originais, comentar e votar enquanto assistem à programação da Playboy TV. Em breve, a plataforma também deve disponibilizar mais itens, conteúdo original e jogos casuais, inclusive com suporte para as realidades aumentada e virtual.

A Playboy vem mudando bastante sua abordagem nos últimos anos. Em 2015, ela chegou a anunciar o fim das imagens de mulheres nuas nas publicações impressas, mas revogou essa decisão no ano passado.

Cupons de desconto TecMundo: