O Brasil tem 116 milhões de pessoas conectadas à internet. O número é parte dos resultados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad C), divulgada nesta quarta-feira (21) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Os valores são de 2016 e correspondem a 64,7% da população com idade acima de 10 anos.

Esses números mudam bastante dependendo da região do país. Os maiores percentuais estão no Sudeste (72,3%), Centro-Oeste (71,8%) e Sul (67,9%), enquanto Norte (54,3%) e Nordeste (52,3%) ficaram abaixo da média nacional.

Já em relação aos dispositivos, o celular foi o mais usado, tendo sido citado por 94% das pessoas com acesso à rede. Ele contribuiu para o aumento no número de conexões, principalmente nas regiões Norte e Nordeste, onde a quantidade de domicílios com computador fica abaixo dos 30%.

Um gráfico.

O que os brasileiros fazem na internet?

O instituto também quis saber o que as pessoas faziam quando estavam acessando à rede. Quase todas (94%) conversam através de mensagens de texto e voz em qualquer plataforma diferente do e-mail, como o WhatsApp. O segundo uso mais citado foi assistir a vídeos, incluindo séries e filmes, algo feito por 76% dentre os que têm conexão.

Já do lado de quem não acessa a internet, a maioria diz que não utiliza a ferramenta por não saber usar (37,8%) ou não ter interesse em acessar (37,6%). A justificativa de que os serviços são muito caros foi dada por 14,3% dos desconectados.

Um gráfico.

O momento é de troca de televisões

Uma tendência crescente é a troca das televisões de tubo por aparelhos de tela fina, com tecnologia LED, LCD ou plasma. As TVs estão presentes em 97,2% dos domicílios, sendo 36,6% delas de tubo e 63,4% de tela fina. Novamente, as diferenças são grandes entre as regiões, com a tela fina mais presente no Sudeste (73,8%) e menos no Nordeste (54,2%).

Quanto à possibilidade de receber o sinal de TV digital, 10,3% das casas ainda dependem exclusivamente do sinal analógico, não tendo acesso a aparelhos, a um conversor ou a um pacote de TV por assinatura

Em relação aos canais pagos, eles são utilizados em 33,7% dos domicílios. Dos que não pagam por TV a cabo, 55% usam como justificativa o alto preço dos planos. Mais números com os resultados da pesquisa podem ser encontrados no site do IBGE.

Cupons de desconto TecMundo: