Lançada há mais de uma década, a Google Lunar X Prize corre risco de ficar sem um vencedor. A competição tem como objetivo premiar uma equipe de empresa privada com US$ 20 milhões. Para ganhar o montante, é necessário aterrissar na Lua, andar 500 metros e transmitir essa conquista em alta definição para a Terra.

Porém, até o momento nenhum dos quatro finalistas conseguiu cumprir essa meta, e a Google não pretende estender o prazo para que isso aconteça. Em entrevista ao canal de negócios CNBC, na segunda-feira da semana passada (15), um representante da companhia afirmou que grandes progressos foram alcançados com esses competidores. Entretanto, o deadline deve se manter o mesmo, ou seja, 31 de março de 2018. Desse modo, restam pouco mais de 60 dias para o encerramento da prova.

Com inicialmente 33 competidores, a Google Lunar X Prize deve considerar apenas três equipes como de fato classificadas. Segundo informações da rede de TV mencionada, algumas fontes não identificadas da companhia disseram que um desses grupos já está praticamente desclassificado, já que não possui fundos suficientes para seguir adiante.

Aliás, a questão financeira pode ser considerada como percalço para essas empresas, já que o custo para participar da competição é bastante elevado. Por exemplo, uma das concorrentes, a israelense SpaceIL, planejava realizar o lançamento de seu foguete, Space X Falcon 9, no segundo semestre de 2017.

 

No entanto, faltaram fundos para prosseguir com o plano, que já teve um custo bastante alto (alguns milhões de dólares). A companhia ainda acredita que até consegue fazer isso neste ano, porém precisa de mais alguns meses.

No momento, além da equipe citada, as outras finalistas da Google Lunar X Prize são: Synergy Moon, TeamIndus e Moon Express. Esta última ainda pretende lançar sua nave espacial até o próximo ano e crê que atingiu vários progressos graças à competição. Entretanto, ela não deve priorizá-la em seus projetos.

A Google ainda não publicou um comunicado oficial, explicando o motivo de não ter mudado o prazo final. Anteriormente, ela fez isso duas vezes: inicialmente, a conclusão estava prevista para 2012, mas a data foi alterada para dezembro de 2014 e, por fim, para 2018.

Cupons de desconto TecMundo: