Uma bolha ou o futuro? O Bitcoin caiu no gosto dos brasileiros e tem mais do que o dobro dos investidores da bolsa no país. O G1 reporta nessa segunda que o número de CPFs cadastrados nas principais casas de câmbio da criptomoeda já bateu – de longe – a quantidade de pessoas físicas cadastradas na B3 (bolsa de valores paulista).

Você quer os números? Toma aí: são mais de 1,4 milhão de cadastros de pessoas que negociam Bitcoin no Brasil, até dezembro. Já a bolsa de valores tem 619 mil CPFs registrados e 558 mil investidores de títulos públicos (estes últimos dados são de novembro). Claro, deve haver investidores que colocam sua grana nos dois potinhos, mas a verdade é que as criptomoedas chegaram para ficar e alguns motivos jogam a favor delas:

Valorização

Apesar dos altos e baixos, o Bitcoin está cotado US$ 10,8 mil. No ano passado, a moeda quase bateu a casa dos US$ 20 mil. Ou seja, um salto de 275% em relação ao valor cotado em 2016. E tem gente com prevendo uma cotação ainda mais ousada para a moeda. Dá para entender tanta gente interessada?

Acesso

Por outro lado, apesar de ser considerado um investimento arriscado, você não precisa ser ricaço para investir nas criptomoedas. Isso atrai tanto um perfil de investidor mais arrojado quanto o xoven que é manjador da tecnologia (e não vai instalar sua impressora). Claro, tem leigo nessa história também. Essas pessoas, precisam se informar muito -> me acompanhem, por aqui

Iniciativas inovadoras

Com tanta gente interessada, já surgiram várias iniciativas (algumas suspeitas) para facilitar as negociações com a moeda. A startup asiática Pundi X (não leia Pudim X) tem planos para o lançamento de uma “maquinha de Bitcoin” que deve ser lançada nos próximos meses. Já os brasileiros da Dynasty resolveram criar sua própria moeda, com lastro no mercado imobiliário internacional.

Pundi X

E a tendência é que você leia, ouça e veja cada dia mais conteúdo relacionado – e reclamações também. Afinal, a gente já avisou, é essencial que você se informe antes de entrar nesse mercado. 

Curtiu o texto? Saiba que isso é só um gostinho do que é publicado diariamente na newsletter do The BRIEF, que traz as principais notícias do mercado de tecnologia pra você, todas as manhãs. É serious, é business, mas com um jeitão bem descontraído (#mozão). Para assinar, é só clicar ali -> aqui

Por que o Bitcoin dá uma surra de popularidade na bolsa do Brasil? via The Brief

Cupons de desconto TecMundo: