Huawei e a ZTE podem estar para entrar em uma briga considerável com o governo dos EUA. Isso porque uma nova lei proposta pelo Congresso norte-americano quer banir suas agências governamentais de trabalharem com quaisquer prestadores de serviço que utilizem qualquer equipamento vindo de qualquer uma das companhias.

O motivo para isso, segundo o projeto de lei, viria de uma série de relatórios governamentais de anos anteriores. Um deles, datado de 2011, aponta uma investigação que revelou que ambas as empresas, bem como outras fabricantes chinesas, estariam sob controle direto do governo da China.

Outra das bases, de acordo com o site TechCrunch, seria um comentário feito pelo ex-chefe da CIA General Michael Hayden, que afirmou que a Huawei “compartilhava com o estado Chinês um conhecimento extensivo de sistemas de telecomunicação estrangeira com as quais está envolvida.”

Pressão contra a China?

Vale notar também que a lei surgiu pouco depois de a AT&T desistir de uma parceria com a Huawei para trazer seu primeiro smartphone oficialmente aos EUA. Como apontado pelo Engadget, isso se deveria a pressões políticas, que trataram a fabricante chinesa como uma ameaça à segurança do país.

Por fim, é importante frisas que a nova lei ainda precisa ser aprovada pelo Comitê de Supervisão e Reforma Governamental. Só então, caso isso aconteça, o projeto irá para ser votado no Parlamento, seguindo então para o Senado e, caso aprovado em todos esses passos, para ser assinado pelo Presidente.