O segundo dia da CES 2018 foi marcado por um evento dos mais curiosos – e não estamos falando de nenhum anúncio bombástico feito pelas empresas. Isso porque, durante o fim da manhã de ontem (10), o local sofreu uma queda de energia geral, deixando quase todo o salão na completa escuridão; o que, por sua vez, resultou em uma evacuação das quase 180 mil pessoas presentes até a falha ser resolvida.

Como muitos já devem imaginar em um evento composto por praticamente todas as maiores fontes de mídia especializada em tecnologia, o fato acabou por se tornar rapidamente a maior notícia da CES desde então. Sites como o Engadget, o CNet e o TechCrunch relataram em detalhes cada passo do acontecido, com direitos a atualizações para cada nova área afetada pela queda de luz e até mesmo transmissões ao vivo.

Até mesmo as próprias companhias presentes no evento fizeram piada com o caso, como você pode notar no tweet feito pela Intel logo abaixo:

“Introduzindo o Blackout™: a maior coisa a atingir a CES 2018 desde o 5G.”

Vale frisar também que praticamente todas as gigantes da indústria presentes foram afetadas pela queda, que não chegou apenas ao Salão Sul. Uma das únicas empresas a não serem totalmente afetadas pela queda de energia seria a Samsung, cujo estande funcionou parcialmente por ter seu próprio gerador de emergência.

O que teria causado todo esse problema, por sua vez? Algo não exatamente esperado na cidade de Las Vegas: a chuva. Em uma declaração conjunta de várias empresas ligadas ao gerenciamento do evento, foi revelado que a tempestade pesada que atingiu a cidade (e acabou por causar enchentes em várias áreas) acabou por afetar um dos transformadores de energia do Las Vegas Convention Center.

É claro que, apesar do problema, a falta de energia foi corrigida duas horas depois e tudo voltou ao normal. Mas uma falha dessas ocorrendo em um dos maiores eventos anuais de tecnologia de todo o mundo? Está aí algo que provavelmente vai ficar para a história.

Cupons de desconto TecMundo: