Se você vai entrar na moda e aceitar criptomoedas como forma de pagamento no seu comércio, leia bastante sobre o assunto antes — ou sofra as consequências depois. Essa é a lição aprendida pela loja Overstock, que comercializa produtos de uma série de departamentos e cometeu uma grande lambança envolvendo o tema.

Tudo começou quando a página resolveu adicionar bitcoin e bitcoin cash como formas de pagamento. O problema? Ela não diferenciou as duas e tratou ambas como se elas tivessem a mesma cotação — sendo que são duas criptomoedas de valores completamente diferentes. Só para você ter uma ideia, uma bitcoin vale no momento da publicação desta matéria US$ 14 mil, enquanto a bitcoin cash vale US$ 2,4 mil.

Assim, você podia encher o seu carrinho e, na hora de pagar, escolher bitcoin, pagar com bitcoin cash e levar tudo por uma fração do preço final, já que ele não diferenciava as unidades. A confusão de nome é até compreensível, já que o bitcoin cash surgiu de uma separação do bitcoin tradicional em 2017 e manteve o nome parecido.

Uma captura de tela.O pedido finalizado e a possibilidade de pagamento via bitcoin.

Quem avisou do erro foi o especialista em segurança Brian Krebs, que fez um experimento para comprovar a falha. Ele colocou no carrinho um pacote de lâmpadas solares custando US$ 78 e, na hora de pagar, conseguiu fechar o pedido enviando 0,00475574 bitcoin cash em vez de 0,00475574 bitcoin, como deveria ser.

E o negócio ficou ainda pior: quem pedisse um reembolso de uma compra feita em bitcoin cash na loja recebia o retorno em... Bitcoin! Dessa forma, era possível multiplicar o dinheiro em mais de seis vezes só nessa troca errada de moedas.

De quem é a culpa?

Em um comunicado, o site Overstock alegou que está ciente do problema nas transações de criptomoedas e trabalhou junto com Brian para detectar e corrigir o problema. Não está claro se Brian foi a primeira pessoa a identificar o problema antes que alguém tenha se aproveitado do "bug".

A plataforma de transações Coinbase também foi acionada para impedir que a falha se espalhasse e explicou que tudo começou quando "um parceiro de mercado", que é provavelmente a própria Overstock, usou erroneamente uma API. Outros sites não foram afetados.

Cupons de desconto TecMundo: