Uma nova mania bizarra está ganhando força no Vale do Silício, nos Estados Unidos, graças a algumas empresas que resolveram investir no envasamento de água sem qualquer tipo de tratamento. Chamada de “água crua”, ela vem ganhando adeptos entre a agitada vida na região da Califórnia e tem alguns nomes conhecidos entre os seus defensores, como Doug Evans, criador do famigerado Juicero.

Além de curiosa, a nova mania é um tanto quanto cara, com cada litro de água sem qualquer tipo de tratamento contra bactérias sendo comercializada por até US$ 6,50 (algo em torno de R$ 21). Para Evans, o produto é altamente indicado para quem tem “[cuidados] extremos sobre a saúde”, mas um especialista discorda.

Segundo o advogado especializado em segurança alimentar Bill Marler, “quase tudo o que pode fazer você ficar doente pode ser encontrado na água”. A partir do momento em que a água é retirada de fontes naturais e não recebe nenhum tratamento antes de ser consumida, esse risco está presente e, pior neste caso, sendo comercializado como um diferencial.

Tourmaline SpringComercialização de água sem qualquer tipo de tratamento vem ganhando espaço nos Estados Unidos.

De acordo com descrição no site FineWaters, a "água crua" Tourmaline Spring  "é uma água de nascente de Summit Spring, em Harrison, no Maine, que dispensa todo os requerimentos de processo porque atente todas as diretrizes estaduais e federais para águas consumidas diretamente do solo."

Contudo, as coisas podem não ser tão simples assim graças a doenças como giardíase, cólera e hepatite A, algumas das que podem ser contraídas graças ao consumo de água não tratada. “Doenças que mataram nossos bisavós e estavam completamente esquecidas”, alerta Marler. “Isso é legal até que uma garota de 10 anos de idade morra de cólera em Montecito, Califórnia”, prossegue o especialista.

Cupons de desconto TecMundo: