Apple e Samsung vivem um relacionamento de amor e ódio. Por um lado, elas são rivais ferrenhas em mercados como o de smartphones — e a briga entre as linhas iPhoneGalaxy rendeu um processo de violação de patentes que durou anos. Por outro, elas estabelecem alianças profissionais envolvendo muita verba e componentes.

É sobre o segundo caso que falamos aqui. Segundo o jornal The Investor, a divisão Samsung Display vai fornecer para a Maçã em 2018 algo entre 180 milhões e 200 milhões de telas flexíveis OLED. Elas seriam usadas tanto para o estoque adicional do iPhone X quanto para eventuais aparelhos apresentados no ano que vem.

Essa quantidade seria quatro vezes a mais do que a de 2017 — só neste ano, a Samsung Display já teria fornecido 50 milhões de telas para o iPhone X. Se convertida em dinheiro vivo, a encomenda de 2018 poderia chegar a US$ 22 bilhões (R$ 71 bilhões na cotação atual). O valor inclui tanto a proteção de vidro quanto o sensor de toque.

Apesar do contrato de dois anos entre as duas marcas, vale lembrar que fabricantes chinesas e a LG Display estão entrando na briga de fornecimento. Vale lembrar ainda que a parceria também já englobava até mesmo componentes dos processadores dos iPhones.

Cupons de desconto TecMundo: