A bolsa de valores da Austrália ou “Australian Securities Exchange” (ASX) deve se tornar a primeira instituição financeira do tipo no mundo a adotar a tecnologia blockchain para autenticar as transações de seus clientes. A ASX pretende finalizar a implantação do novo sistema até março de 2018, mas o atual padrão deverá ser utilizado por mais algum tempo em determinadas aplicações.

O sistema de compra e venda de ações gerido por blockchain da ASX está sendo desenvolvido pela Digital Asset Holdings, uma startup norte-americana. O planejamento e os testes vêm sendo realizados há cerca de dois anos, e os evolvidos acreditam que a tecnologia esteja madura o suficiente para assumir as rédeas na bolsa.

Além de Bitcoin

A tecnologia de blockchain é mais conhecida por possibilitar a existência de criptomoedas como Bitcoin e Ethereum. Essa primeira bateu a marca dos US$ 16 mil em valor unitário ontem (07) e intensificou a desconfiança do mercado financeiro. O entendimento dos especialistas é de que a Bitcoin esteja passando por um momento de bolha, com seu valor altamente inflado, e deve ter uma queda drástica em algum momento.

Isso, contudo, não parece prejudicar a confiança do mercado financeiro no blockchain, que tem incontáveis aplicações além da autenticação de transações de forma descentralizada. Hoje mesmo o TecMundo explicou como a enciclopédia online Everipedia pretende usar a tecnologia para descentralizar com segurança a sua biblioteca de artigos públicos.

O CEO da startup envolvida na implementação de blockchain na ASX explicou em comunicado oficial que esta seria a “primeira prova relevante de que a tecnologia pode alcançar seu potencial verdadeiro”.