Imagem de: Brasil segue perdendo linhas fixas ao longo do tempo, aponta Anatel

Brasil segue perdendo linhas fixas ao longo do tempo, aponta Anatel

1 min de leitura
Avatar do autor

O uso de smartphones é cada vez maior no país, gerando uma grande diminuição na quantidade de linhas fixas. Segundo dados divulgados pela Anatel, de setembro de 2016 até o mesmo mês deste ano, 1,14 milhão de números foram desativados.

A pesquisa também aponta que São Paulo foi o estado onde houve maior perda de linhas: cerca de 80 mil por mês. Seguindo o caminho inverso, Santa Catarina teve um aumento de 47 mil linhas.

Telefone fixo

Outro comparativo apresentado pela agência foi entre concessionárias e empresas autorizadas. A Claro e a Algar Telecom perderam 4,23% do total de números (pouco mais de 1,05 milhão); já a TIM, a Oi e outras similares tiveram queda de apenas 0,46% (cerca de 78 mil) de linhas.

Smartphone

A migração dos usuários de números fixos para serviços de telefonia móvel é cada vez maior, o que representa um dos motivos de toda essa queda. As vantagens oferecidas pelas companhias de celular estão tirando a necessidade de um aparelho em casa, portanto o gasto para manter a linha ligada não se justifica. Você já desativou seu telefone em casa? Conte para nós nos comentários.

Comentários

Conteúdo disponível somente online
Veja também
Brasil segue perdendo linhas fixas ao longo do tempo, aponta Anatel