Uma nova companhia do setor musical recebeu um aporte milionário da Alphabet, a dona da Google, e quer ser uma alternativa ao modelo tradicional de gravadoras. Chamada de UnitedMasters, a empresa é liderada pelo ex-presidente da Interscope Records Steve Stoute e tem como premissa deixar os artistas no controle da situação.

A nova empreitada recebeu US$ 70 milhões da Alphabet e promete agir de forma inovadora. Nas grandes gravadoras da atualidade, um artista normalmente abre mão de muita coisa para ter o seu trabalho registrado, produzido e divulgado, em alguns chegando até mesmo a abrir mão dos royalties de execução da sua obra ou dos direitos sobre as gravações master de suas canções.

Na contramão disso, a UnitedMasters promete envolver o artista não apenas nas várias áreas que compõem esse tipo de relação, como distribuição e parcerias, mas também garantir que ele continue sendo o dono do seu próprio trabalho. Em suma, o novo selo musical seria uma forma de combinar a liberdade de uma carreira independente com a tranquilidade de ter equipes profissionais tomando conta de algumas outras partes.

UnitedMastersUnitedMasters promete deixar o controle na mão do artista.

De acordo com reportagem do The Wall Street Journal, a nova gravadora cobrará de seus artistas para que o material produzido por eles seja distribuído em plataformas digitais (prática comum no setor), mas tem a intenção de praticar os preços mais baixos possíveis. O dinheiro vindo de royalties também será dividido entre artistas e gravadoras, mas sem que o autor original da obra precise abrir mão das cópias originais do seu trabalho.

Em contrapartida, os artistas obtém acesso a todo um trabalho de inteligência desenvolvido pela UnitedMasters — e provavelmente aí reside o interesse da Alphabet pela companhia. A gravadora promete oferecer informações que ajudam a explicar o motivo de o artista ser curtido por determinados grupos de fãs e também a expandir o seu público, por exemplo.

Mas os reais interesses da dona da Google nessa nova empreitada ainda são apenas possibilidades. Quem sabe a companhia, que atualmente atua em diversos setores que envolvem internet, saúde e mobilidade urbana, esteja apenas querem ampliar ainda mais o seu leque de investimentos. Só o futuro dirá.

Cupons de desconto TecMundo: