A Tesla está passando por um momento extremamente desafiador em sua produção do Model 3. O próprio Elon Musk está se referindo ao período como “o inferno da produção”, visto que um dos maiores problemas é garantir que a linha de montagem funcione em uma cadência satisfatória sem comprometer a qualidade.

Pelo visto, as coisas não estavam dando certo, já que os resultados do último trimestre registraram uma perda de US$ 619 milhões em função de gargalos no processo de produção. Sendo assim, a montadora fez o que achou o certo: comprou uma empresa de automação para ajudar.

Tesla

A Perbix já é uma fornecedora da Tesla há 3 anos, fabricando peças para os veículos da marca. Agora que foi adquirida pela empresa de Elon Musk, no entanto, a expectativa é de que a capacidade de produção de peças internamente aumente consideravelmente – uma forma de incrementar “a máquina que produz a máquina”, como Musk já se referiu às fábricas da montadora.

O valor da compra foi de US$ 10 milhões em ações da Tesla que foram entregues ao dono da Perbix, James S. Dudley. Os planos da Tesla incluíam alcançar 5 mil unidades do Model 3 sendo produzidas até o fim de 2017, mas os números estão bem mais baixos. Talvez o investimento não tenha sido tão absurdo.

É válido lembrar que a montadora está prestes a revelar o seu caminhão no próximo dia 16 de novembro.

Cupons de desconto TecMundo: