O que muita gente esperava no mercado de streaming realmente vai se concretizar. O CEO da Disney, Bob Iger, confirmou que as produções de empresas e marcas que pertencem à companhia serão mesmo transmitidas de forma exclusiva em um futuro serviço a ser lançado pela gigante.

Isso significa que títulos baseados em quadrinhos da Marvel e também a saga Star Wars terão uma nova casa e vão mesmo sair de serviços como a Netflix. A plataforma da Disney terá também ao menos quatro ou cinco séries e filmes originais da Disney logo no lançamento, sem contar o catálogo já conhecido da produtora.

O lançamento está prometido para 2019, mas o nome, preço e mercados ainda não foram divulgafos. Aliás, é possível que alguns mercados recebam a novidade antes dos Estados Unidos por questões de janela de estreias. "Nós vamos fazer um lançamento grande, e ele será quente", comentou Iger durante uma conferência em Los Angeles.

E no Brasil?

Quando o serviço de streaming da Disney foi inicialmente anunciado, em agosto deste ano, a Netflix brasileira acalmou os assinantes dizendo que os acordos de distribuição são baseados em região — e que o Brasil continuaria com a parceria via acordo.

Porém, não se sabe até quanto tempo vai o tal contrato e se os termos podem mudar depois que o serviço da Disney for oficializado em cada região.