Foi um processo seletivo demorado e cheio de idas e vindas — vários nomes foram quase confirmados para o cargo, inclusive. Mas, somente neste domingo (27), a Uber conseguiu definir o nome do seu novo CEO — lembrando que o posto estava desocupado desde o final de junho, quando Travis Kalanick foi desligado.

E depois de vencer executivos com experiência na HP Entrerprise (Meg Whitman) e General Electric (Jeff Immelt), Dara Khosrowshahi foi anunciado como o novo chefe-executivo da Uber.  Khosrowshahi está indo para a gigante dos transportes compartilhados após passar 12 anos no comando da Expedia (um dos grandes players no mercado de tecnologia para viagens e hotelaria).

Dara Khosrowshahi, o novo CEO da Uber (Reprodução/Expedia)

Assim que assumir o comando, Dara Khosrowshahi terá que encontrar formas de fazer com que a Uber pare de "sangrar dinheiro". Além disso, ele precisa enfrentar os desafios de fazer com a que a empresa mude sua cultura tóxica, que foi alvo de muitas denúncias e críticas massivas — principalmente desde o início deste ano.

Será que o novo CEO pode fazer a Uber crescer e estabilizar suas finanças, finalmente?

Cupons de desconto TecMundo: