O Estado Islâmico possui representantes em diversos pontos do globo, e precisa, de alguma forma, repassar dinheiro para que essas pessoas possam realizar suas ações. Se uma informação divulgada pelo FBI for verdadeira, há chances de que um desses representantes possa ter usado o eBay e o PayPal para obter esses fundos.

De acordo com o FBI, Mohamed Elshinawy, que foi preso no ano passado em Maryland, vendeu algumas impressoras no eBay para receber esses pagamentos via PayPal. Aparentemente o montante obtido foi de US$ 8.700, incluindo aqui cinco pagamentos vindos diretamente de Siful Sujan, um dos oficiais de alta patente do Estado Islâmico.

Ao que tudo indica esse dinheiro foi utilizado par comprar um laptop, um celular e uma VPN para que Elshinawy pudesse manter contato com outros representantes do grupo. No momento, ele aguarda o julgamento que vai determinar se foi responsável por algum tipo de ataque terrorista nos Estados Unidos.

Com a palavra, as empresas

Evidentemente, as empresas mencionadas iriam se pronunciar sobre o assunto. Começando pelo eBay, a companhia mencionou ao site do The Wall Street Journal que “tem tolerância zero no que diz respeito a atividades criminosas que acontecem em sua loja”, além de ressaltar que está ajudando as autoridades nessa investigação.

Já o PayPal comentou que “investe bastante tempo e dinheiro no trabalho de prevenir ações terroristas... Estamos proativamente denunciando atividades suspeitas e respondendo rapidamente a pedidos de apoio de agências governamentais em suas investigações”.

Cupons de desconto TecMundo: