A Google teria oferecido US$ 30 bilhões pela compra do Snapchat em duas oportunidades, diz uma reportagem da Business Insider. A publicação afirma ter recebido informações de que a gigante das buscas teria feito essa oferta em 2016, antes da rodada de investimentos que o Snapchat promoveu e, mais uma vez em 2017, antes da companhia abrir seu capital na bolsa de valores.

Contudo, CEO do Snapchat, Evan Spiegel, teria recusado categoricamente as duas oportunidades de ficar bilionário, assim como recusou ofertas de compra do Facebook anteriormente. De qualquer forma, as conversas entre as companhias sempre foram informais a esse respeito. Por conta da publicação dessa notícia hoje, as ações da Snap, empresa dona do Snapchat, subiram 2,3%.

Destruindo

Depois que o Facebook clonou as funcionalidades do Snapchat em praticamente todos os seus grandes aplicativos sociais, a rede do fantasma tem caído no esquecimento. Usuários tem abandonado o app de mensagens efêmeras e migrado especialmente para o Instagram, com sua função Stories. O Facebook e o Facebook Messenger também contam com o recurso, bem como o WhatsApp e seu segmento “Status”.

Por conta da concorrência, o valor de mercado da Snap hoje é cerca de US$ 15 bilhões, metade do que a companhia chagou a valer em maio deste ano, ou seja, os mesmos US$ 30 bilhões que a Google ofereceu em duas oportunidades.

Com o Snapchat valendo muito menos, é improvável que a Google ainda queira comprar a companhia, considerando que, caso não se reinvente, estará fadada ao fracasso frente aos clones do Facebook. Ainda assim, a Google talvez pudesse aprender alguma coisa dessa empresa que lançou vários recursos sociais que moldaram as mídias sociais como são hoje.

Cupons de desconto TecMundo: