Jeff Bezos, fundador da Amazon, se tornou hoje a pessoa mais rica do mundo, de acordo com um relatório da Bloomberg. Sua fortuna estimada ultrapassou a de Bill Gates, cofundador da Microsoft, durante a manhã de hoje por conta de um aumento no preço das ações da sua empresa de comércio online.

Bezos começou 2017 como a quarta pessoa mais rica do mundo e, gradualmente, foi ganhando posições conforme as ações da Amazon cresciam em valor na bolsa. Até ontem, o crescimento acumulado dos últimos 12 meses foi de 40%. Por conta disso, os investidores estão bastante animados com o futuro da companhia. Ao mesmo tempo, as ações da Microsoft, que fazem boa parte da fortuna de Gates, não tiveram um desempenho tão bom nos últimos dias, o que facilitou a acessão de Bezos.

Segundo a Bloomberg, o criador da Amazon mantinha fortuna estimada em US$ 89 bilhões nos últimos dias contra US$ 90 de Gates. Nós inclusive noticiamos que ele estava para superar Gates no mês passado. Com os resultados da bolsa, Bezos ultrapassou por pouco a marca dos US$ 90 bilhões e, caso alguma instabilidade nos próximos dias aconteça, ele pode voltar ao segundo lugar.

Desde 2013

Gates tem permanecido no top da lista de pessoas mais ricas do mundo da Bloomberg desde maio de 2013, com oscilações temporárias ocasionais. Por isso, existe a possibilidade de ele voltar ao topo em algum momento, já que as ações da Microsoft parecem ter um histórico mais estável.

Até o fim do dia de hoje, espera-se que a Amazon libere seu relatório fiscal dos últimos três meses, e, caso o resultado seja de fato o esperado pelos acionistas — um crescimento de receita de 22% na comparação com o mesmo período do ano passado —, as ações da companhia podem subir ainda mais.

Cupons de desconto TecMundo: