O grupo de comércio eletrônico Alibaba investiu cerca de 600 milhões de reais no Snapchat, informa o site Bloomberg. O mensageiro passa agora a ser avaliado em US$ 15 bilhões – US$ 5 bilhões a mais desde a última especulação feita. O negócio pode ter sido fruto de uma iniciativa promovida pelo próprio Snapchat que, em fevereiro deste ano, buscou o incentivo de US$ 500 milhões visando aumentar seu valor para US$ 19 bilhões.

Segundo o The Wall Street Journal, os planos da Alibaba datam de julho de 2014, época em que o grupo chinês começou a se aproximar da proprietária do popular aplicativo. O conglomerado oriental possui investimentos junto de outras startups, tais como TangoMe Inc., Quixey Inc. e Lyft Inc. Se a negociação for confirmada, o Snapchat deve passar para a terceira colocação de startup mais valiosa do mundo, ficando atrás da Uber e da Xiaomi.

A Alibaba tem demonstrado interesse no marcado ocidental. Há duas semanas, inclusive, um centro de computação foi inaugurado no Vale do Silício. Também no segundo mês deste ano, o grupo comprou parte de uma misteriosa fabricante de smartphones por quase US$ 600 milhões. Nesta semana, outro investimento não especificado foi feito na Meizu Technology.

O Snapchat foi fundado em 2011, e, em 2013, Evan Spiegel, criador do app, negou a oferta de US$ 3 bilhões feita pelo Facebook, que visava comprar o serviço. Ainda no ano passado, US$ 10 bilhões foram levantados pela Snapchat durante uma rodada de investimentos. A ferramenta Discover, fruto de parceria com mais de dez empresas de mídia, é a expansão mais recente do mensageiro.

Cupons de desconto TecMundo: