Anunciado oficialmente nesta semana, o Meizu Blue Charm é um novo aparelho de entrada que empresta uma série de características antes restrita a modelos mais poderosos. Além de empregar um acabamento externo em metal, o dispositivo da fabricante chinesa também acompanha um leitor de impressões digitais.

Outras características que chamam a atenção são o processador Helio X 10 da MediaTek — a opção mais poderosa fabricada atualmente pela companhia — e o preço, que deve ficar abaixo de US$ 200. Apesar de tudo isso parecer muito atraente, há um grande problema: a empresa não tem planos de oferecer a novidade em qualquer lugar além da China.

Com tela de 5,5 polegadas e o sistema Android 5.0 modificado pela interface New Flyme, o dispositivo deve ter como principal concorrente o Redmi Note 2, da Xiaomi. O dispositivo do outro grande nome do mercado chinês compartilha o mesmo hardware, mas deixa a dever em seu acabamento e na ausência de um leitor de digitais.

Especificações técnicas

  • Sistema operacional: New Flyme 5.0 (baseado no Android Lollipop)
  • Tela: 5,5 polegadas
  • Resolução: 1920x1080 pixels
  • Chipset: MediaTek Helio X10
  • Processador: octa-core Cortex A53 de 2 GHz
  • Memória RAM: 2 GB
  • Câmera: 13 megapixels com f/2.2
  • Câmera frontal: 5 megapixels com f/2.0
  • Armazenamento: 16 GB ou 32 GB (expansível)
  • Bateria: 3.140 mAh
  • Dimensões: 105,7 x 75,3 mm
  • Espessura: 8,2 mm

O Meizu Charm Metal chega às lojas em cinco variações de cor: branco, cinza, dourado, azul e rosa. Além disso, o aparelho aposta em uma nova iteração da interface Flyme, que traz ícones atualizados e novos aplicativos voltados a melhorar a experiência de uso do público chinês.

Cupons de desconto TecMundo: