A fabricante chinesa Meizu ainda não conquistou muitos mercados fora da China, mas essa é a oportunidade perfeita para isso. Depois de muita especulação, a empresa apresentou recentemente o smartphone Meizu M2, uma versão menor e menos potente do phablet Meizu M2 Note.

O aparelho confirma toda a expectativa gerada: trata-se de um modelo intermediário sem grandes pretensões, mas que pode conquistar muita gente por conta do preço reduzido. A bateria não é removível (carcaça única de policarbonato) e os modelos são Dual-SIM.

Outro fator que faz a diferença é a interface Flyme 4.5, uma skin para Android que recebe muitos elogios pela transição fluida e pelo desempenho. O root é outro atrativo: em aparelhos da Meizu, ele pode ser feito em poucos cliques em um app que acompanha o aparelho.

Especificações técnicas

  • Sistema operacional: Android 5.1 com Flyme 4.5 UI
  • Tela: LCD de 5" (1280x720)
  • Processador: MTK MT6735 quad-core de 1,3 GHz
  • Memória RAM: 2 GB
  • Armazenamento interno: 16 GB (suporta microSD de até 128 GB)
  • Câmera: 13 MP (traseira) e 5 MP (frontal)
  • Bateria: 2.500
  • Conectividade: WiFi 802 n/g/b/a, Bluetooth 4.0, GPS, 
  • Medidas: 14 x 6,89 x 0,87 cm
  • Peso: 131 g

Para quem curte dispositivos menores, uma boa notícia: sem tantas diferenças assim, o Meizu M2 tem processador, resolução de tela e tamanho do display menores em relação ao Meizu M2 Note.

O Meizu M2 será vendido nas cores branca, azul, rosa e cinza. Em conversão direta do Yuan, o preço fica em torno de R$ 377 — valor que deve aumentar levando em conta frete, lucro da revendedora e eventuais taxações. Ainda assim, pode ser uma dor de cabeça para companhias como a Xiaomi, por exemplo

Cupons de desconto TecMundo: