"Leaseweb disse que não pedimos para manter os dados, nosso pessoal disse que pedimos. Quem está mentindo?" (Fonte da imagem: Reprodução/Kim Dotcom)

Uma das empresas que mantinha dados de usuários europeus do Megaupload resolveu apagar todos os dados de 690 servidores que alugava para o serviço na época em que este ainda se mantinha no ar. A Leaseweb teria limpado todos esses servidores, deletando petabytes de dados sem ao menos avisar Dotcom ou qualquer pessoa que o faria, segundo o próprio criador do serviço.

Depois de o site ter sido tirado do ar, Dotcom tem lutado para pelo menos entregar aos usuários os dados que tinham guardados no serviço. Ainda assim, o empresário não tem obtido sucesso em nenhuma de suas investidas.

“Eu estou furioso por causa dessa traição e muito triste”, comentou Kim Dotcom em entrevista ao TorrentFreak. Ele lamenta que os usuários europeus nunca mais poderão ter acesso aos seus dados perdidos por conta da atitude da Leaseweb e classifica a ação como “totalmente desnecessária e maléfica”.

A Leaseweb informou que deletou todos os dados que mantinha online nos servidores destinados ao Megaupload porque não recebeu nenhum comunicado do serviço para manter as informações armazenadas em segurança. Assim, por ter se passado mais de um ano sem nenhum interesse pelo conteúdo dos servidores, a empresa resolveu começar a reaproveitar o espaço, já que gastava US$ 9 mil por dia para manter os dados em seus servidores. Além disso, a empresa afirma ter entrado em contato com o Megaupload, mas não obteve resposta. Dotcom suspeita de influência do governo dos EUA na decisão.

Cupons de desconto TecMundo: