(Fonte da imagem: Reprodução/Associated Press)

A prisão de Kim Dotcom, fundador do Megaupload, foi uma sucessão de erros da polícia da Nova Zelândia. A maneira como a ação foi realizada deu brechas o suficiente para a defesa de Dotcom conseguir uma vitória importante — quando um juiz neozelandês afirmou que a maneira como a prisão foi conduzida foi ilegal.

Mesmo assim, os Estados Unidos continuam buscando uma maneira de extraditar o dono do site de troca de arquivos para que ele seja julgado em solo americano. Agora, a audiência em que Dotcom poderia apresentar o seu lado da história e se defender foi adiada para março de 2013.

A questão da extradição do criador do Megaupload deveria ser abordada no dia 6 de agosto, mas foi empurrada para o ano que vem. No Twitter, Dotcom acusou a ação como uma “uma tática suja” dos Estados Unidos que, após confiscar bens e acabar com sua empresa, agora o deixa desamparado até março.

Vale lembrar que Kim vem falando nas últimas semanas sobre um possível retorno do Megaupload, então ele deve contar com um plano B até que sua equipe de defesa possa tomar alguma atitude em relação à sua extradição.

Fique ligado no Tecmundo para acompanhar o desenrolar dessa história.

Fonte: Wired e Twitter

Cupons de desconto TecMundo: