(Fonte da imagem: Reprodução/ Physorg)

No início desta semana, nós noticiamos que a empresa responsável pela hospedagem dos arquivos do Megaupload está ameaçando apagar os 25 petabytes (25 milhões de gigabytes) enviados pelos usuários do site – fechado em janeiro pela justiça norte-americana sob as acusações de violação das leis de direito autoral e de lavagem de dinheiro.

Correndo o risco de perder os dados de sua propriedade legal, Kyle Goodwin, morador de Ohio e responsável pelo site OhioSportsNet, representado pelo grupo de direitos civis Electronic Frontier Foundation, solicitou ao juiz responsável pelo caso Megaupload que o conteúdo bloqueado não seja eliminado.

De acordo com a publicação do site Wired, Goodwin armazenava no site de compartilhamento gravações e outros documentos que ele mesmo capturava e coletava durante as partidas de futebol americano do ensino médio que acompanhava para a sua página de esportes.

Assim como esse homem, muitos outros usuários do Megaupload usavam o serviço para armazenar conteúdos pessoais. Dessa forma, a justiça dos EUA ainda deve receber outras inúmeras ações com a mesma prerrogativa. Uma audiência sobre a questão está marcada para o próximo mês. Clique aqui para conferir a carta redigida (em inglês) para as autoridades norte-americanas.

Cupons de desconto TecMundo: